Reuters

EUA querem que Brasil declare Hezbollah como grupo terrorista

Nas vésperas de seu encontro com o presidente eleito Jair Bolsonaro, o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, declarou nesta terça-feira, 27, que tratará da preocupação dos Estados Unidos em estender sua cooperação contra o terrorismo e que o governo de Donald Trump tem expectativas de que o Brasil declare o Hezbollah como grupo terrorista. Bolton deverá visitar Bolsonaro nesta quinta-feira, 29, no Rio de Janeiro e, depois, seguir viagem para Buenos Aires, onde acompanhará Trump na reunião de cúpula do G20. Segundo Bolton, a questão do contraterrorismo será tratada com todos os sete líderes com os quais o presidente americano se reunirá às margens do G20.