10 de dezembro de 2017 English Español עברית

Conib Logo

Em post de Iom Kipur, Zuckerberg pede perdão pelo uso indevido do Facebook

02 Out 2017 | 11:16
Imprimir

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, em mensagem postada após o final do Iom Kipur, pediu perdão pelo uso indevido do Facebook no ano passado.

Ele postou na sua conta pessoal: "Este é o dia mais sagrado do ano para os judeus, quando refletimos sobre o ano passado e pedimos perdão por nossos erros. Para aqueles que machuquei, peço perdão e vou tentar melhorar. Pelas formas como o meu trabalho foi usado para dividir as pessoas em vez de uni-las, peço perdão e vou trabalhar para melhorar. Que todos estejamos melhores no ano que vem, e que todos sejam inscritos no livro da vida ".

Embora Zuckerberg não tenha especificado, alguns especularam que ele se referiu ao uso do Facebook nas eleições nos EUA, nas quais pelo menos 3.000 anúncios no site do Facebook foram colocados por uma agência russa, para influenciar o resultado A descoberta dos anúncios veio depois de meses de negação por Zuckerberg de que o Facebook desempenhou qualquer papel na influência dos eleitores dos EUA.

Além disso, um site de informações investigativas recentemente descobriu que era possível segmentar anúncios para usuários do Facebook que expressassem interesse em assuntos como "ódio aos judeus" e "como queimar judeus". O Facebook removeu as categorias depois de ter sido alertado sobre sua existência e disse que procuraria evitar que tais categorias apareçam para potenciais anunciantes.

Leia mais, na JTA.
 





Comentários


Últimas do blog

Vídeos