14 de novembro de 2018 English Español עברית

Conib Logo

Ato lembra o 43º aniversário da morte de Herzog

25 Out 2018 | 14:23
Imprimir

A Casa do Povo acolheu ato nesta quinta (25) para lembrar o 43º aniversário da morte do jornalista Vladimir Herzog, em 25 de outubro de 1975. O ato, organizado por membros da comunidade judaica e de movimentos juvenis judaicos de São Paulo, teve como ponto de partida a rua Três Rios, 252, e seguiu pelas ruas do Bom Retiro, terminando no portão do antigo presídio da Avenida Tiradentes, local emblemático de memória da resistência à ditadura.

“Quando perdemos a capacidade de nos indignar com as atrocidades praticadas contra outros, perdemos também o direito de nos considerar seres humanos civilizados”. Vladimir Herzog

Vladimir Herzog, conhecido como Vlado, foi jornalista, professor e dramaturgo brasileiro. Judeu, nascido em 1937 na então Iugoslávia, sua família imigrou para o Brasil nos anos 40 fugindo do nazismo. Foi diretor da TV Cultura e defensor dos direitos humanos e da democracia. Foi preso, torturado e assassinado pela ditadura militar no dia 25 de outubro de 1975.





Comentários


Últimas do blog

Vídeos