22 de outubro de 2017 English Español עברית

Conib Logo

Consertar o mundo, mesmo após um tsunami

08 Mar 2012 | 00:00
Imprimir

Um ano após o tsunami que devastou o Japão, o rabino da comunidade japonesa, Antonio di Gesu, escreveu no site da Jewish Telegraph Agency: “O que mais impressionou aos japoneses foi a resposta quase imediata ao tsunami dada por judeus de todo o mundo”.

“Contei aos japoneses as histórias individuais dos membros de nossa comunidade - composta principalmente por americanos, europeus e judeus israelenses - que nas primeiras horas após o desastre compraram toneladas de farinha e comida e as entregaram aos desabrigados”, diz o rabino.

“Combinar a orientação dos judeus locais com a experiência de atuação em catátrofes de entidades como o American Jewish Joint Distribution Committee nos permitiu dar apoio a vários grupos nas áreas de desastre”, prossegue di Gesu.

“Talvez o maior exemplo da conexão entre os judeus e os japoneses seja o projeto para reparar o templo budista Komyogi, em Oshu”, acrescenta o rabino.

Uma fonte constante de "naches" [alegria, em iídiche] para mim, como rabino, essa efusão de ajuda diz respeito a um dos valores judaicos que mais prezamos, o Tikun Olam”, finaliza o rabino.

Leia mais.





Comentários


Últimas do blog

Vídeos