20 de agosto de 2017 English Español עברית

Conib Logo

Novinsky aborda importância de arquivo em Portugal para o estudo da história brasileira

30 Mai 2017 | 16:03

O Arquivo Nacional da Torre do Tombo, em Lisboa, é de extrema importância para a história brasileira, afirma a historiadora Anita Novinsky, em recente palestra na Livraria Cultura, em São Paulo.

Ele permaneceu secreto por séculos, até que, na virada dos anos 1960/1970, começou a ser aberto ao público. Vários aspectos de nossa história foram revelados com a abertura do arquivo, trazendo enormes contribuições para descobrirmos “a verdadeira história do nosso país”.

“Não sabíamos, por exemplo, que no Brasil tinha havido Inquisição, que se encarregava de perseguir, prender, torturar e queimar seres humanos. Aqui não havia um tribunal, mas as pessoas eram presas, acorrentadas e mandadas para julgamento em Portugal. Dependendo, da sentença, eram queimados vivos. Por sua crença no judaísmo, tiveram muitas vezes que pagar com suas vidas”, explica a historiadora.

“Havia também muitos judeus convertidos à força ao catolicismo, que eram secretos, porque no Brasil só podia existir uma religião, a católica”, acrescenta.

“A história do Brasil foi contada por 500 anos, mas não se falava nada disso. O arquivo da Inquisição é de fundamental importância para revelar outro lado da nossa história”, concluiu Anita Novinsky.

Assista ao vídeo.





Comentários


Últimas do blog

Vídeos