17.11.22 | Brasil

Times de futebol adotam a estrela amarela em uniformes para lembrar a Noite dos Cristais Quebrados

Vários clubes brasileiros de futebol que disputaram a Série A do Campeonato Brasileiro realizaram ações em homenagem ao Dia Internacional Contra o Fascismo e o Antissemitismo e para lembrar a Noite dos Cristais Quebrados, de 9 para 10 de novembro de 1938, em que símbolos e locais judaicos foram destruídos em toda a Alemanha e Áustria, marcando o início do Holocausto.

A mobilização incluiu a publicação de posts sobre o tema nas redes sociais e também outras iniciativas para além do mundo virtual. O São Paulo entrou em campo com uma Estrela de Davi amarela estampada no alto da camisa dos jogadores na partida contra o Internacional na terça-feira (8).

O presidente da Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp), Marcos Knobel, esteve presente no estádio do Morumbi e elogiou a iniciativa do clube. “Usar a Estrela de David amarela em seu uniforme, como os judeus foram forçados a carregar pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, é um gesto muito importante de que o São Paulo FC abraça: a nossa luta diária contra o ódio, preconceito, racismo, antissemitismo e negação do Holocausto”.

Outro time que trouxe a estrela amarela no uniforme foi o Fluminense, na vitória por 3 a 0 sobre o Goiás, ocorrida no último dia 9 no Maracanã. Em post publicado nas redes sociais, o clube explicou a iniciativa. 

Essa estrela amarela foi utilizada na Alemanha e nos demais países ocupados pelos nazistas durante as décadas de 1930 e 1940, como forma de identificar os judeus. Calcula-se que seis milhões de judeus tenham sido assassinados durante esse período. 


Receba nossas notícias

Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Invalid Input

O conteúdo dos textos aqui publicados não necessariamente refletem a opinião da CONIB. 

Desenvolvido por CAMEJO Estratégias em Comunicação