“É um orgulho para o Brasil e para a comunidade judaica”, diz o presidente da CONIB sobre a escolha de llan Goldfajn para comandar o BID - Fundada em 1948, a CONIB – Confederação Israelita do Brasil é o órgão de representação e coordenação política da comunidade judaica brasileira.
Foto: Eliana Assumpção

24.11.22 | Brasil

“É um orgulho para o Brasil e para a comunidade judaica”, diz o presidente da CONIB sobre a escolha de llan Goldfajn para comandar o BID

O economista Ilan Goldfajn — ex-presidente do Banco Central (BC) e diretor licenciado do Departamento do Hemisfério Ocidental do Fundo Monetário Internacional (FMI) — foi eleito presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) neste domingo (20). Goldfajn foi escolhido em votação, em primeiro turno, com 80% dos votos e com o apoio de 26 países, e será o primeiro brasileiro a comandar BID.

O presidente da CONIB, Claudio Lottenberg, elogiou a escolha: “É um orgulho para o Brasil e para a comunidade judaica e tenho certeza de que Ilan Goldfajn fará um excelente trabalho à frente do BID”. Veja vídeo.

No Twitter, o futuro vice-presidente, Geraldo Alckmin, cumprimentou Goldfajn em nome do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, destacando a importância de, pela primeira vez, o BID ter um brasileiro no seu comando e reforçando a disposição do próximo governo em estreitar os laços com o banco pelo desenvolvimento econômico e social da região.

Em entrevista à Alexa Salomão, na Folha de S.Paulo, Goldfajn destacou a importância do momento histórico e disse que pretende fazer um trabalho que orgulhe a todos no Brasil e na América Latina.

Com sede em Washington, o BID foi fundado em 1959 por iniciativa de países latino-americanos liderados pelo Brasil e é o maior e mais antigo organismo multilateral regional do mundo, dedicado ao financiamento de projetos de desenvolvimento econômico, social e institucional na América Latina e no Caribe.

Em recente entrevista à CONIB, Goldfajn falou sobre a sua carreira de economista e a sua dedicação aos estudos. “Até os 30 anos me dediquei muito ao estudo, entre mestrado e doutorado. Esse é um investimento que a cultura judaica incentiva. Ensina que o estudo e o conhecimento nos traz benefícios, tanto pessoais como coletivos”, disse ele na entrevista.

Ilan Goldfajn nasceu em Haifa, Israel, e veio para o Brasil ainda criança. Formado em economia pela UFRJ (Universidade do Rio de Janeiro), tem doutorado em economia pelo MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) e foi professor da PUC-Rio. Atuou tanto na iniciativa privada como na pública. Foi economista do FMI (Fundo Monetário Internacional) e presidente do Banco Central do Brasil, economista-chefe do Itaú Unibanco e presidente do conselho de administração do Credit Suisse Brasil.


Receba nossas notícias

Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Invalid Input

O conteúdo dos textos aqui publicados não necessariamente refletem a opinião da CONIB. 

Desenvolvido por CAMEJO Estratégias em Comunicação